Maranhense que fugiu de presídio no Paraguai com integrantes do PCC é capturado

Um maranhense identificado como Eduardo Alves da Cunha de 30 anos, natural de Imperatriz, estava entre os presos que fugiram de um presídio no Paraguai, ele foi recapturado após a fuga da Penitenciária de Pedro Juan Caballero, realizada no fim de semana. O anúncio foi feito pelas autoridades paraguaias nesta segunda-feira (20).

Eduardo, 30 anos, foi apanhado na região da fronteira. Ao ser abordado pelos policiais o indivíduo respondia coisa com coisa, demonstrava nervosismo extremo, quando acabou confessando que fazia parte da “leva” de fugitivos da penitenciária paraguaia.

Ele é condenado por tráfico e já estava na penitenciária havia quatro anos. Outro foragido foi capturado na região do Distrito Itamarati e está sendo recambiado para Ponta Porã.

De acordo com informações, fugiram 75 presos fugiram na madrugada o último domingo, dia 19-01-2020, da prisão paraguaia de Pedro Juan Caballero.

A maior parte deles seriam membros da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), que possui grande participação no tráfico de drogas no país fronteiriço.

Ela ocorreu a partir de um túnel que foi escavado em um dos pavilhões onde ficavam membros da facção e a parte externa da prisão.

Ainda, existe a suspeita que a fuga foi acobertada por autoridades prisionais e tenha sido comprada por US$ 80 mil.
Com informações enquantoissonomaranhao

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*