Você pode ter HIV sem saber. Estes são os 3 sintomas mais importantes!

Considerando que o contato do pênis desprotegido foi muito limitado, é muito improvável que tenha havido uma infecção. Em caso de dúvida o mais indicado é procurar um centro de saúde para que o médico avalie a situação e recomende ou não o uso da profilaxia pós-exposição (PEP).

A PEP é a utilização da medicação antirretroviral após qualquer situação em que exista o risco de infecção com o HIV. A medicação age impedindo que o vírus se estabeleça no organismo—por isso a importância de se iniciar esta profilaxia o mais rápido possível após o contato: em, no máximo, 72 horas, sendo o tratamento mais eficaz se iniciado nas duas primeiras horas após a exposição. O tratamento deve ser seguido por 28 dias.

É importante saber que a infecção pelo HIV, muitas vezes, pode não apresentar sintomas.

Muitas pessoas que estão infectadas com o HIV não têm nenhum sintoma durante 10 anos ou mais.

Algumas pessoas que foram infectadas com o HIV relataram ter sintomas semelhantes aos da gripe de 2 a 4 semanas após a exposição. Como houve uma relação sexual desprotegida, existe a chance de que você tenha contraído o HIV.

Entretanto, a única maneira de determinar se a pessoa foi infectada é fazendo o teste. É importante saber também que a infecção pelo HIV possui uma janela imunológica de aproximadamente 30 dias. O aconselhável, então, é que você aguarde em torno de 30 dias para fazer o teste.

O HIV está presente em secreções (fluidos) como sangue, esperma, secreção vaginal e leite materno. Para haver a transmissão, o fluido contaminado de uma pessoa tem que penetrar no organismo de outra.

Isto se dá através de relação sexual, de compartilhamento de seringas, em acidentes com agulhas e objetos cortantes contaminados, na transfusão de sangue contaminado, na transmissão da mãe vivendo com HIV para o feto durante a gestação, no trabalho de parto ou durante a amamentação.

O HIV não é transmitido por meio de interações comuns do dia-a-dia como abraçar, apertar as mãos, beijar, dividir objetos ou alimentos. Essa publicação tem como fonte original:unaids.org.br

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*