Pai de pet consegue na Justiça o direito de ver seu cão após separação

A história do mecânico Anderson Alberto Ferreira comoveu a internet nesta semana. O rapaz conseguiu na Justiça de São Paulo uma liminar que o autoriza a visitar o seu pug de 13 anos, Emmett Brown, após o término do casamento de seis anos com Sandra Fukishiro. O cachorrinho foi adotado após ser vítima de maus-tratos pelos antigos tutores.

A decisão judicial foi expedida pela 5ª Vara da Família e Sucessões do Foro Central de São Paulo. O despacho permite que Alberto Ferreira visite Emmett Brown em fins de semana alternados, de sexta a domingo. Possibilita, ainda, que o mecânico possa participar das atividades de rotina do pet, como as consultas veterinárias. O pedido de Anderson tramitou sob sigilo, uma vez que envolve disputa de família.

Na época do divórcio, foi estabelecido com sua ex-companheira que ele poderia fazer visitas ao animal aos fins de semana. Entretanto, o rapaz não consegue ver Emmett há quatro meses.

Para agravar a situação, o animal está doente e não caminha mais em virtude da idade avançada. O jovem afirmou que tem laços muito fortes com o canino. Pontuou ainda que o cãozinho precisa do apoio, cuidado e carinho dele neste estágio difícil da vida. Metropolis

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*