Cachorra acha dentadura, encaixa na boca e quase mata o dono de rir

Olha só que cachorrinha mais engraçadinha! A Pandora, uma vira-lata que mora em Monte Aprazível, em São Paulo, deixa Lucas Magalhães, seu dono, quase louco em casa. Isso porque ela tem o hábito de esconder ou enterrar os objetos dele como forma de brincar com o rapaz.

Chinelos, louças, brinquedos, comida e até tijolos, a Pandora já escondeu. “O negócio dela é mais enterrar”, diz Lucas, aos risos.

“Teve um dia que eu acordei de manhã, abri a porta do fundo, olhei e não acreditei: ela estava enterrando a minha churrasqueira. Ela arrastou, cavou um buraco e tinha enterrado metade quando eu vi. Só não enterrou inteira porque uma noite foi pouco,” brinca.

No início do mês, a pequena resolveu ‘inovar’. Ela farejou e escavou um buraco no quintal dos fundos e encontrou uma dentadura. “Só pode ser dos antigos donos da casa”, diz Lucas, que comprou a casa de um casal de idosos.

“Eu estava em casa e minha mulher começou a gritar: “Lucas, vem aqui! Que nojo! Tira da boca dela!” Tenho duas cachorras: ela e uma labrador. Quando eu olhei, tinha um pedaço de dentadura na boca de uma e a outra na boca da outra. Aí, tomei e joguei no lixo,” relata.

Não satisfeita, Pandora, que tem apenas um aninho de idade, cavou outro buraco e encontrou mais um objeto.

“Na quinta-feira, olho e vejo ela com um sorriso estranho. Falei com ela: ‘O que é isso?’ Fui ver e era a outra metade da dentadura. Então, ela desenterrou as duas dentaduras. Daqui a pouco, ela desenterra um crânio do quintal de casa,” brinca Lucas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.