Homem desaparecido em São José de Ribamar saca R$3 mil em Teresina

Desaparecido desde a madrugada de sexta-feira (3), Antônio Barbosa Araújo, de 48 anos, guarda municipal de São José de Ribamar, aparece, em imagens de vídeo monitoramento do Banco do Brasil, saindo de uma agência, na Rua Álvaro Mendes, Centro, em Teresina, por volta de 9h da manhã, onde sacou R$ 3 mil no caixa eletrônico.

Segundo levantamentos feitos pelo serviço de inteligência da PM, foram verificadas movimentações estranhas na conta bancária do guarda municipal: um empréstimo de 26 mil e um saque, no valor de R$ 3 mil, no dia anterior, além do saque em Teresina.

Antônio Araújo desapareceu após o arrombamento de sua residência, na Avenida Clodomir Cardoso, 1542, no bairro Moropóia, em São José de Ribamar. Os arrombadores levaram TV de 50”, computador, botijão de gás, bicicleta, geladeira e vários outros pertences, além de terem revirado toda a casa.

Familiares continuam desesperados e apreensivos com o que possa ter acontecido com o guarda municipal. “O celular dele está desligado e não temos ideia do que possa ter ocorrido. Não sabemos se ele foi sequestrado e levado pelos autores desse arrombamento. O mais estranho e que ele fez um empréstimo grande no dia anterior em sua conta no Banco do Brasil. Já por volta de 9h da manhã de sexta-feira (3), ele aparece saindo de uma agência, em Teresina, onde sacou R$ 3 mil. Não sabemos se ele foi forçado a fazer tudo isso”, diz Fábio, cunhado do guarda municipal.

Familiares dizem que Antônio Araújo não sofria ameaças, é benquisto na cidade, e que, na noite anterior, no último contato com familiares, por volta de 19h de quinta-feira (2), ele demonstrava tranquilidade, sem aparentar nenhuma anormalidade.

O que mais estranha é o fato de vizinhos não terem notado nenhuma anormalidade ou algum barulho durante a madrugada, pois o portão principal, de alumínio, foi retirado à força dos trilhos. O portão gradeado e a porta de acesso à sala da residência também foram arrombados.

Suspeita-se que Raimundo Araújo não estivesse mais em casa no momento do arrombamento, pois, com certeza, teria gritado por socorro. Para levar todos os objetos roubados, os ladrões precisariam de uma caminhonete outro tipo de veículo com carroceria.

A polícia está investigando o caso, mas ainda não tem pista que possam levar à localização e prisão dos autores do arrombamento e sumiço do guarda municipal.

A família pretende entrar em contato com o secretário da Segurança, Jefferson Portela, para que ele solicite ajuda da polícia piauiense para tentar elucidar o caso. Por meio de imagens externas, no entorno da agência do Banco do Brasil, em Teresina, será possível verificar de que forma o guarda municipal chegou ao local. Se desceu de algum veículo, será possível identificar por meio da placa, se não for clonada.

Quaisquer informações podem ser passadas para o celular 98809-1638 (WhatsApp)

Gilberto Lima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.